SCAR 10
EQUIPAMENTOS PARA ENSAIO DE
DESCARREGADORES DE SOBRETENSÕES
Diagnóstico on-line de descarregadores de sobretensões de óxidos metálicos
De acordo com a CEI 60099-5 A1
Análise da 3ª harmónica da corrente de fuga com compensação
Extremamente fácil de utilizar
Método de diagnóstico simples, rápido e fiável
O SCAR 10 permite o controlo com o descarregador em serviço, em que a medida da corrente de fuga é realizada por meio de uma pinça amperimétrica especial, aplicado na ligação à terra do descarregador.

O valor da corrente varia habitualmente entre fracções de miliampere e alguns miliamperes., e caracteriza-se por uma distorção na 3ª harmónica, cujo valor é um indicador do estado de deterioração do descarregador.

A componente resistiva desta corrente de fuga pode aumentar com os esforços a que o descarregador é sujeito, levando ao seu envelhecimento e finalmente causando a falha.

3ª harmónica com compensação

Podem existir casos em que se questione a origem da distorção harmónica, que pode também resultar de significativas distorções na tensão da linha. O SCAR10 possui uma entrada auxiliar de medida de tensão, que permite fazer essa compensação.

Esta questão não se aplica nos descarregadores de Alta Tensão, já que nestas redes a distorção harmónica na tensão é praticamente negligenciável. Nos descarregadores de Média Tensão, a medida da 3ª harmónica da tensão é realizada ligando o SCAR10 ao secundário de um TT da linha em teste.
Catálogo Geral Resumo
Apresentação